Carteira Virtual de Bitcoin

Conheça os principais tipos de carteira virtual disponíveis para armazenamento de Bitcoins

Artigo publicado por Samira Souza nas categorias: Bitcoin

Pra quem mexe com criptomoedas, especialmente com bitcoins, uma carteira virtual de bitcoin é muito importante, pois, dá segurança e praticidade ao investidor. É através dela que você envia e receber bitcoins, por exemplo, além de poder verificar o seu saldo.

Mas, é bom salientar que o conceito de uma carteira virtual de bitcoin não está necessariamente ligado ao termo original, já que o programa em questão se limita a registrar as transações com as criptomoedas, e não armazená-las.

carteira virtual de bitcoin

Confira a seguir, os tipos de carteiras virtuais de bitcoins que existem, bem como algumas dicas de segurança para garantir a proteção das suas moedas digitais.

Carteira virtual de Bitcoin: Principais tipos

Carteira para computador desktop

Como o próprio nome já indica, é um tipo de carteira que funciona em computadores de mesa e notebooks.

É um tipo de carteira cuja maior desvantagem é estar vulnerável caso a máquina esteja infectada ou hackeada.

Portanto, é aquela velha dica: se vai usar essa carteira, que seja num computador totalmente livre de vírus.

Carteira mobile

Esta aqui também já mostra do que se trata só pelo nome: um programa feito para rodar no formato de aplicativo para smartphone ou tablet.

É bastante usada por sua praticidade, porém há uma desvantagem bem latente: caso não seja feito um backup desta carteira, o usuário perderá o acesso aos fundos em caso de perda do aparelho.

Portanto, recomenda-se muito fazer o backup dessa carteira, anotando e guardando as 12 ou 24 palavras fornecidas pelo aplicativo, para que os fundos sejam recuperados em caso de algum problema qualquer.

Carteira web ou online

Esse tipo de carteira é exclusivamente executado na “nuvem” da rede. E, qual a desvantagem dela? Os provedores dessas carteiras é que armazenam as chaves privadas, deixando o usuário bastante dependente do provedor em diversos sentidos, principalmente em casos de ataque hacker, onde perde o provedor, e, por consequência, o investidor.

Dicas de segurança

Quando se fala em fundos de investimento, mais precisamente de criptomoedas, é necessário que a segurança esteja sempre em primeiro plano, pois qualquer mínimo detalhe pode fazer você perder anos e anos de investimento.

Um bom exemplo de manter uma segurança regular em suas transações é, ao usar senhas, preferir sempre aquelas que são complexas, mais bem elaboradas, em especial, as que possuem caracteres especiais.

Lembre-se sempre de fazer o backup das carteiras e manter a cópia em local seguro, bem como usar carteiras multi-assinaturas, onde é preciso mais de um endereço para autorizar as movimentações de bitcoins.

Por fim, sempre que seja possível, tente manter as suas informações offline, usando para isso uma carteira hardware ou paper wallet. Se for fazer qualquer operação online, prefira realizar uma movimentação de pequenas quantias para uso cotidiano, pois o risco acaba sendo menor. E, claro, pesquise a reputação da carteira, sempre verificando se ela tem código aberto demais, o eu pode deixar os seus investimentos bastante vulneráveis.

Dica muito importante!

Caso você deseje pagar taxas mais baixas pelas transações, as carteiras virtuais possuem SegWit. Ou seja, quando for escolher uma carteira, verifique se ela possui essa vantagem, e utilize isso a seu favor.



Comente!




*Campos obrigatórios