Como Juntar Dinheiro para Comprar Um Imóvel

Saiba por onde começar a juntar dinheiro para adquirir a casa própria

Artigo publicado por Samira Souza nas categorias: Seu Dinheiro

Comprar o primeiro imóvel pode ser comprado com um jogo de videogame ao contrário. Geralmente as primeiras fases são as mais fáceis, e com a evolução do jogo os desafios vão sendo intensificados até que o jogador enfrenta um grande desafios final.

No caso da compra do imóvel, a primeira fase pode ser considerada como o chefão final de um jogo de videogame qualquer. Será a tarefa mais complicada que a pessoa terá que enfrentar, salvo exceções (como quando o jogador ganha o “bônus” da ajuda familiar, por exemplo). Por isso, é importante que as pessoas se preparem para conseguir superar esta importante etapa da vida dos adultos.

Antes de mais nada, não se compra o primeiro imóvel sem ter dinheiro. A mesma afirmação já não é verdade no segundo imóvel, uma vez que o primeiro pode ser utilizado como moeda de troca para abater uma parte da dívida. E não existe solução mágica: ou a pessoa conta com a sorte ou então faz um planejamento para conseguir guardar este dinheiro.

casal planejando

Na grande maioria dos casos é preciso dar uma entrada para conseguir financiar parte do imóvel. Mas se a pessoa conseguir se planejar com antecedência, ela pode conseguir juntar uma determinada quantia a assim conseguir comprar o seu imóvel a vista. Nada é impossível.

Confira algumas dicas para começar a juntar o dinheiro que vai permitir com que você compre o seu primeiro imóvel.

Pagando as contas

Antes de começar a poupar, arrume a casa e pague suas contas. Esta é a primeira e mais básica lição que deve ser seguida pelas pessoas que precisam começar a guardar dinheiro para a compra do imóvel.

E quando estamos falando das dívidas, não falamos apenas das contas altas, mas também das contas que fazemos no dia a dia, como aquela camiseta cara que está em uma promoção e que é parcelada no cartão de crédito, ou aquela viagem desnecessária que comprada a vista mas com recursos do empréstimo pessoal do banco.

É importante planejar para saber o que pode e o que não se pode gastar a partir de uma meta de poupança, e nunca o contrário.

Poupando para conseguir poupar

Antes de começar a fazer a sua poupança para comprar o seu imóvel, é extremamente recomendável que a pessoa crie uma reserva para emergências. Para tanto, faça um cálculo médio de quanto você ou sua família gasta mensalmente, multiplique por seis e junte este dinheiro Desta forma, caso alguém fique desempregado ou aconteça qualquer tipo de imprevisto, a família ou a pessoa terá seis meses de renda garantida sem ter que recorrer a empréstimos ou cartões de crédito que cobram juros exorbitantes no Brasil.

valor

Saiba aplicar

A terceira dica é saber bem onde aplicar seu dinheiro. Nada de guardar embaixo do colchão para que a inflação não acabe com o poder de compra do seu dinheiro. Busque orientações sobre as melhores opções de investimento para o seu perfil, sempre cuidando para que o seu dinheiro não perca poder de compra mas ao mesmo tempo sem correr grandes riscos.



Comente!




*Campos obrigatórios