IOTA (MIOTA)

O que é IOTA (MIOTA)? Como Funciona? Onde e Como Comprar? Tire todas as suas dúvidas sobre essa criptomoeda

Artigo publicado por Samira Souza nas categorias: Bitcoin

É impossível ficar absolutamente alheio a movimentação econômica das criptomoedas. Até mesmo porque, essa movimentação pode ser vista como uma grande oportunidade para você mudar de vida no aspecto financeiro. Para isso, é importante que você conheça em detalhes as mais diversas informações desse tipo mercado como, por exemplo, saber mais sobre IOTA.

iota

Todos esses dados sobre IOTA que você pode e vai encontrar aqui nesse post, são preciosos e, quando visto a primeira vez, podem sim confundir um pouco a cabeça. Portanto, não se incomode em ler mais de uma vez esse material até que se sinta familiarizado com todos os termos e estratégias de mercado disponíveis.

Somente dessa forma você não só conseguirá compreender o mercado como também garante que não será enganado em uma negociação. Assim como em qualquer outra área, existem pessoas que, infelizmente, se aproveitam do desconhecimento alheio para aplicar golpes e, com isso, conseguem faturar alto.

O que é exatamente a IOTA?

A IOTA é um tipo de moeda criptografada criada justamente com a intenção de não trabalhar com o mesmo sistema das demais existentes. Isso porque ela não opera no sistema comum de Blockchain (bloco de informação sobre as transações envolvendo moedas criptografadas), mas sim em um diagrama projetado especialmente para ela denominado como Tangle.

A MIOTA, na verdade, nada mais seria do que a denominação de uma Mega IOTA (MIOTA), valor equivalente a 1 milhão de IOTA’s.

Essa moeda vem sendo desenvolvida e aperfeiçoada desde 2015 através do empreendedor e desenvolvedor norueguês David Sonstebo. Porém, apenas em janeiro de 2017, foi lançada de maneira oficial a sua versão beta.

Como Funciona

Dentro do processo natural de transação, as informações disponibilizadas na Blockchain (cadeia de blocos de informações sobre as transações de moedas criptografadas) são analisadas e aprovadas (ou não) pelos mineiros, responsáveis pela produção da bitcoin e outros tipos de moedas virtuais.

Esse processo, porém, demanda tempo pela necessidade de verificação de milhares de transações individualmente. Algo que certamente pode e atrasa muitas negociações, principalmente aquelas que optam por pagar taxas menores de prioridade nessa “fila de análise”. Por isso, inclusive, muitas pessoas ficam um pouco perdidas sobre quanto tempo efetivamente pode durar uma transação desse tipo.

No caso da IOTA, essa rede foi programada para, basicamente, possuir total e absoluta fluidez com um cálculo que não segue uma linha uniforme. Na verdade, a intenção é justamente trabalhar de maneira diferente da tradicional Blockchain, operando em um sistema de Diagrama Acíclico Dirigido (DAG) batizado de Tangle.

Fique tranquilo pois, apesar do nome, o seu funcionamento não é tão complicado assim. Enquanto se envia uma transação, o seu poder de processamento automaticamente verifica outras duas transações “em fila”, usando isso como condição para fazer a sua transferência. Sendo assim, além de evitar a cobrança de taxas de transações que financia os “mineiros”, o processo se torna bem mais ágil e autossustentável.

Onde e como comprar IOTA (MIOTA)

Inicialmente, para operar nesse mercado, você precisa se cadastrar em um site que possua carteira virtual. Através dela, você terá acesso ao recebimento e envio de qualquer tipo de moeda criptografada existente.

Assim como acontece com a compra de unidades monetárias físicas, existem as casas de câmbio das moedas criptografadas que são chamadas de exchanges. Basta observar a confiabilidade da empresa, consultar as condições de pagamento e escolher a melhor hora de fazer a sua aquisição de acordo com a cotação diária.

Uma exchange confiável que faz o intermédio das negociações de compra e venda de Iota é a Bitfinex. Lá você pode “trocar” seus bitcoins por IOTA.



Comente!




*Campos obrigatórios