Termos

A negociação a Termo oferece o benefício de uma liquidação futura a um preço fixo, protegendo o investidor.

Artigo publicado por Samira Souza nas categorias: Ações

A operação a termo no mercado financeiro nada mais é do que a compra ou venda de ações de qualquer tipo, em mercado, para que haja uma liquidação futura com um preço fixo em um prazo pré-determinado. A validação desse contrato é contada a partir da data da sua realização em pregão, e na prática isso resulta em um contrato entre as partes.

Essa e uma prática muito comum nos dias de hoje para a negociação de ações, que gera segurança e confiabilidade de ambas as partes. Ao realizar esse tipo de transação o investidor, além da taxa de registro da bovespa, paga também a taxa de corretagem (à instituição cadastrada) e a taxa de liquidação, calculada sobre o valor do contrato a termo, e cobrada de acordo com as tabelas já estabelecidas pela Bovespa.

investir em termos

O Mercado a Termo

Para a negociação da operação a Termo, o prazo do contrato é preestabelecido. Há um prazo mínimo permitido para a negociação de 16 dias, e no máximo 999 dias corridos. O título-objeto dessa negociação é a ação que será negociada a Termo, já escolhida e conhecida por todos os lados envolvidos financeiramente. Para esse tipo de contrato, esse título-objeto poderá ser qualquer ação que seja negociada na Bovespa, não havendo qualquer restrição quanto a isso.

Negociação a Termo

A operação da negociação a Termo será sempre realizada por uma instituição corretora autorizada na Bovespa, que executará essa operação em pregão, por um de seus representantes. Para que haja um acompanhamento dos investidores que iniciaram seus negócios a Termo, as informações sobre todas as transações poderão ser encontradas nas páginas do DBI, no site da Bovespa, logo após o encerramento das negociações.

Garantia

Prática já conhecida na Bovespa ou em operações com ações na bolsa, o depósito da Garantia também é necessário para as negociações a Termo. Essa garantia é um depósito na Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia (CBLC), que é a instituição responsável por toda a liquidação e controle de risco das operações que são realizadas diariamente na Bovespa. Dependendo da operação, as corretoras podem solicitar aos investidores garantias adicionais.

Liquidação do contrato

termos

A liquidação da operação a Termo realizada poderá ser feita de duas formas: no vencimento do contrato ou de forma antecipada, se assim interessar ao comprador. Essa liquidação implica na entrega dos títulos pelo vendedor e o pagamento do preço estipulado em contrato pelo comprador, da forma mais simples que uma transação comercial pode ser realizada. A liquidação será realizada na CBLC, para que essa instituição possa garantir o cumprimento de todos os compromissos de ambas as partes, de acordo com o que foi estabelecido em pregão no contrato.

Principal vantagem

A vantagem que se torna o principal atrativo nesse tipo de investimento é a possibilidade do investidor proteger os preços de compra, obter mais recursos, diversificar os riscos envolvidos no seu investimento e alavancar finalmente os seus ganhos. Dessa forma o preço pode ser fixado, e o investidor se beneficia da alta daquela ação ou conjunto de ações, esperando a entrada de recursos de qualquer outro investimento para que possa liquidar o contrato no tempo que melhor lhe convier.

Comente!




*Campos obrigatórios