Certificado do Tesouro

O investimento nos Certificados do Tesouro são um dos mais seguros do mercado, e conta também com as menores taxas.

Artigo publicado por Samira Souza nas categorias: Fundos de Investimento, Renda Fixa

O certificado de tesouro direto é um programa que facilita a compra e venda dos títulos públicos como investimento por pessoas físicas, ou seja, para que qualquer pessoa possa se beneficiar com os rendimentos dessa aplicação. Essa aplicação foi desenvolvida pelo Tesouro Nacional, e parceria direta com a Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia (BBLC). Basicamente a parceria e o acordo tratam do oferecimento desses títulos públicos às pessoas físicas no Brasil, deixando disponível a qualquer pessoa que se interesse o investimento nesse tipo de aplicação.

investimentos

O mais importante do investimento em certificados do tesouro é que não é necessária uma grande aplicação, ou seja, não é preciso muito dinheiro para o aporte inicial, o que diminui os riscos para os investidores de primeira viagem.Da mesma forma que outros investimentos de renda fixa, esses títulos do tesouro direto podem ser pré ou pós-fixados, e essa especificação dependerá simplesmente da estratégia de aplicação do investidor, segundo sua análise própria das taxas do mercado. Sempre que um título é lançado, a sua data de vencimento e o índice de correção são estabelecidos, de acordo com taxas como a Selic, IGP-M e IPCA.

Como investir

Esse investimento é realizado no Brasil principalmente pelas intermediadoras, ou seja, instituições financeiras que oferece aos investidores comuns (pessoas físicas) e deixam os certificados do tesouro acessíveis a todos. Qualquer pessoa pode comprar certificados do tesouro com um investimento inicial de aproximadamente R$ 30,00, um investimento baixíssimo e inferior à maioria das opções de renda fixa que podemos encontrar no mercado.

De acordo com o investimento inicial e no decorrer de 30 dias, uma nova aplicação poderá ser realizada em um valor máximo de R$ 1.000.000,00 por mês. De acordo com cada intermediadora que oferece o serviço a seus clientes, o prazo e as condições do investimento são variáveis, e isso inclui um reinvestimento automático dos valores recebidos pelo investimento inicial, o que é muito interessante para investidores recorrentes e que pode, com o tempo, aumentar o patrimônio daquele investidor.

investir no tesouro

Taxas

Uma taxa de custódia é inicialmente cobrada de todos aqueles que investem nos certificados do tesouro, taxa que é referida à guarda dos títulos a esses investidores e a todas as informações geradas quanto a movimentações, saldos e extratos disponíveis. Essa taxa é fixada em 0,30% ao ano sobre o valor dos títulos adquiridos, mas que são cobradas semestralmente no primeiro dia útil dos meses de janeiro e julho. Há ainda as taxas de administração das operadoras, ou seja, das instituições que disponibilizam o serviço aos investidores.

Vantagens

Um dos atrativos mais interessantes na aplicação do tesouro direto é a baixa incidência de taxas, tendo essa aplicação uma das taxas mais baixas do mercado. A liquidez semanal é garantida pelo tesouro nacional, e ainda sim o investimento pode ser realizado com aplicações a partir de aproximadamente R$ 30,00. É um investimento considerado de baixíssimo risco pelo mercado, e pode ser uma forma bem interessante para diversificar a suas aplicações, gerando rendimentos garantidos e seguros o tempo todo.



1 comentário

  1. Pedro

    gostei da matéria referente a tesouro direto, mas pra mim não ficou claro como eu diretamente posso comprar esses títulos públicos, no caso sem passar por bancos e ou corretoras

Comente!




*Campos obrigatórios