Certificados de Aforro

Certificados de aforro: uma ótima alternativa de investimento para quem quer poupar!

Artigo publicado por Samira Souza nas categorias: Renda Fixa

Sendo um dos recursos mais apetecíveis na hora de iniciar um processo de poupança, os certificados de aforro têm vindo a conquistar um número crescente de adeptos. Caracterizados pela flexibilidade quando comparados com outros meios de poupança ditos ‘tradicionais’ (nomeadamente os depósitos bancários), os certificados de aforro têm a particularidade de serem vendidos a retalho, permitindo a sua disponibilização diretamente aos aforradores a um valor reduzido no que respeita aos mínimos exigidos para a sua subscrição.

Tendo o objetivo claro de captar a poupança das famílias, esses instrumentos de dívida são emitidos pelo Tesouro e são destinados somente a particulares, sendo que a sua transmissão só é possível em caso de morte do titular do certificado. Naturalmente, a venda ou oferta destes certificados a familiares ou amigos não se encontra autorizada.

Certificados de Aforro

Certificado aforro: menor investimento e boas chances de retorno

Por norma, os certificados de aforro vieram perdendo espaço na preferência dos cidadãos brasileiros ao longo do tempo face ao baixo rendimento, sobretudo quando este era comparado com os valores aliciantes oferecidos pelas instituições bancárias. Com uma oferta comercial agressiva e através da concessão de múltiplas facilidades, os bancos captaram a fuga de investidores dos certificados de aforro e canalizaram-nos para as suas próprias ofertas destinadas à poupança familiar.

Atualmente – e devido a uma conjuntura global de crise econômica que afeta vários países – os certificados de aforro recuperaram um número significativo de investidores, muito devido ao fato de os bancos fixarem valores mínimos de investimento bastante superiores àqueles que são exigidos para os certificados em condições semelhantes. Em adição, os certificados de aforro têm também registrado um maior rendimento comparativamente aos depósitos bancários a prazo, o que suscita um maior interesse por parte de potenciais investidores que procurem um produto credível para incrementar as suas poupanças em um determinado período de tempo com o mínimo de risco possível.

Investimento em Certificados

Investimento sim, mas com precaução

Por se tratar de um produto financeiro com uma demanda bastante considerável na atualidade, existem algumas precauções a colocar em prática para evitar futuros dissabores, nomeadamente no que respeita a utilizações fraudulentas por parte de terceiros:

  1. Informe-se: estar bem informado/a nunca é uma medida excessiva, sobretudo na hora de aplicar o seu dinheiro. Utilize os meios de pesquisa convencionais (consulta de webpages credíveis na internet, revistas e publicações especializadas e até mesmo literatura técnica) e, em caso de dúvida, recorra ao contato com a Receita Federal para sanear todas as questões que tiver.
  2. Consulte familiares e/ou amigos que já tenham realizado um investimento em certificados de aforro, esclareça as suas dúvidas e tire as suas próprias conclusões – acredite que a experiência pessoal é sempre a melhor conselheira!
  3. Verifique todos os dados relevantes no momento da transação: valores a investir, período de tempo em causa e taxas de retorno. Confira toda a documentação entregue pela parte contratante no processo de aquisição dos certificados de aforro e guarde-a religiosamente em um local seguro.
  4. Acompanhe periodicamente a evolução do investimento realizado para detetar eventuais modificações anormais nos valores apresentados.


Comente!




*Campos obrigatórios