Índices no Mercado Futuro

Entender os índices no Mercado Futuro pode ser a diferença entre o fracasso e o sucesso do seu investimento.

Artigo publicado por Samira Souza nas categorias: Ações, Mercado Futuro

O investimento no chamado Mercado Futuro não é para qualquer um, e para sequer tentar entender como são realizadas as transações por lá é preciso determinado estudo e observação. Mas muitos investidores em países como o Brasil, que exporta boa parte dos produtos agrícolas que produz, decide investir nesse mercado pelo teor altamente volátil e consequentemente rentável, mesmo que o risco seja iminente.

E para muitos investidores é esse risco que faz tudo valer à pena, já que a dinâmica do investimento cria muitos desafios para o capital que entra e sai a todo o momento. Mas entender os pormenores do Mercado Futuro pode ser uma excelente opção para adicionar liquidez para o seu capital, e esse negócio é certamente um dos que mais rendem nos dias de hoje.

Para conseguir isso muitos termos e condições são importantes, sendo que um dos mais familiares e utilizados é o índice. Esse é o valor que será o tempo todo visto e revisado, e influenciado por movimentações políticas, sociais e até mesmo climáticas, podendo essas influências multiplicar ou simplesmente acabar com o seu investimento.

poupar

Do que dependem os índices?

Tomando por base a Ibovespa, o maior pregão brasileiro e onde estão as maiores transações do país, o índice à vista é apenas uma pontuação de referência, que representa dia a dia os pontos referentes ao desempenho de uma determinada carteira de investimentos. Mas o índice no Mercado Futuro é um ativo completamente real e que está sendo negociado de acordo com a oscilação da cotação Ibovespa e da data de vencimento do contrato futuro. À medida que o índice Ibovespa é valorizado por seus próprios valores e condições, a há uma tendência natural de valorização dos índices do mercado futuro da mesma forma, mas essa valorização tenderá a diminuir com a aproximação da data de vencimento do contrato estabelecido.

A cotação do contrato futuro a BM&F é realizada na condição de que um ponto equivale a R$ 1,00. Essa cotação é estabelecida no contrato futuro tendo como referência a data de vencimento, mas de acordo com os índices Ibovespa podem ser alterados todos os dias, e normalmente são.

A mudança geral dos índices é pensada e repassada à Ibovespa pelos especuladores, que vão atualizando os operadores da bolsa com as diversas condições do mercado e dos produtores, gerando a instabilidade característica que experimentam tanto os produtores como os investidores. Os produtores querem garantir a rentabilidade dos produtos físicos e reais provenientes do campo contra as quedas de preços, e os empresários da agroindústria querem se prevenir das altas relativas dos preços. No meio do caminho estão os especuladores, que criam a volatilidade dos índices e faz o circo pegar fogo.

investir

Como trabalhar com esses índices?

O investimento no Mercado Futuro requer certo estudo e experiência, já que é necessário certo “feeling” para as variações do mercado, mesmo que muitas geralmente surpreendam a maioria dos investidores e produtores também. O recomendado é o aconselhamento com um especialista e o início aos poucos nas atividade no BM&F, tendo como o princípio fundamental a segurança do seu capital.

Isso pode até parecer uma contradição para o investimento nesse mercado, mas os investidores que não prezam pela sua segurança não são arrojados, e sim imprudentes (ou amadores). Dessa forma, entender os índices do Mercado Futuro tem muito mais a ver com observá-los na sua origem, do que estudar ou imaginar as possibilidades dos bastidores desse negócio.



Comente!




*Campos obrigatórios