Mitos Sobre a Aposentadoria

O que você deve saber sobre a aposentadoria

Artigo publicado por Samira Souza nas categorias: Seu Dinheiro

Toda a realidade do aposentado mudou bastante, ele acaba vivendo mais, gasta mais e ainda recebe menos em benefícios, por isso procurar planejar melhor os gastos é a melhor alternativa. Confira algumas dicas sobre o assunto a seguir.

Sem dúvida alguma, qualquer um dos brasileiros que já chegou no período de meia idade deverá começar a se preocupar com a sua aposentadoria. Apesar disto, se apenas agora você começou a refletir sobre o assunto, é importante ficar atento pois existem vários tipos de mitos a respeito de todo o tema, o que poderão até mesmo atrapalhar todo o seu planejamento específico de ordem financeira.

Desde a época que nossos pais ou avós se aposentaram, muita coisa está mudada. De um lado temos a Previdência Social, o que vem dando ainda sinais que são cada vez mais evidentes de estrangulamento de ordem financeira, e, a qualquer momento, é possível que reduza os valores de benefícios concedidos aos aposentados. De outro lado, temos a previdência de ordem complementar que acabou crescendo e se tornou ainda de ordem bastante abrangente, o que vem a facilitar muito a tarefa de quem puder investir a longo prazo.

aposentadoria

Por isso, conheça a seguir alguns mitos sobre a aposentadoria

Procure conceder a garantia de uma renda por pelo menos 15 anos

Em um primeiro lugar, é importante planejar quando você pretende parar de trabalhar e viver apenas da renda que possui. A resposta a tudo isto vai ter um impacto de forma significativa sobre quanto tempo a sua reserva financeira terá de durar.

O primeiro mito para ter uma aposentadoria tranquila, é de que basta apenas acumular reservas existentes, o que já garante uma boa renda de 15 a 20 anos, mas isso deverá ser visto com uma grande cautela.

 Irei pagar menos IR

Ao realizar a sua aposentadoria, você vai deixar de contribuir para a Previdência Social e ainda para a previdência de ordem complementar, afinal de contas, a sua fase existente de acumulação acaba terminando, e é a hora de sacar os benefícios específicos.

Para a finalidade de declaração de impostos de renda, tudo isto significa que você deixa de contar com dois tipos de deduções que são importantes, e de toda a contribuição para a Previdência Social, o que poderá ser integralmente abatido e da previdência complementar que deverá ser complementar e limitada a pelo menos 12% de toda a sua renda bruta anual existente.

Meus gastos deverão cair

Alguns dos gastos poderão eventualmente desaparecer com o tempo, e outros tendem ainda a aumentar, é importante ficar atento a tudo isto, um bom exemplo prático são os gastos realizados com remédios e com a saúde.

melhor idade

Procure ilustrar os pesos destes itens no orçamento de todas as pessoas de maior idade, onde podemos tomar como base uma composição de índice de inflamação desenvolvido pela fundação.

E finalmente, você deverá viver da renda, o que pode não ser necessariamente verdade, pois a inflação poderá comprometer patrimônios que são feitos para durar muitos anos, com isto a capacidade de viver ou não com os seus investimentos devem depender dos tipos de padrões de vida que você pretende ter.



Comente!




*Campos obrigatórios