O Etanol Futuro

Com as novas facilidades das corretoras é possível negociar o Etanol Futuro via computador ou tablet. Mas as facilidades terminam por aí.

Artigo publicado por Samira Souza nas categorias: Mercado Futuro

Como acontece com as demais commodities no mercado futuro brasileiro, aqueles que vão analisar e negociar a venda e compra do Etanol não estão preocupados com a entrega efetiva do produto na data especificada no contrato. Esses investidores estão mesmo preocupados com o preço do produto em reais em determinada data futura, e é isso que diferencia o mercado futuro dos demais mercados.

etanol

Todos que negociam ou deixam de negociar o Etanol Futuro estão pensando nas altas e quedas do preço do Etanol, o que vai determinar se aquele investidor ganha ou perde dinheiro. E esse valor de futuro em que o Etanol é comercializado depende tanto das variações do preço real do produto e das dificuldades e incentivos à produção no Brasil, quanto da data de vencimento do contrato. Esses fatores serão determinantes para que os produtores, traders e compradores das grandes indústrias saibam o momento certo de comprar ou de vender a commodity.

Entendendo o investimento

Inicialmente o que é chamado de Etanol no mercado futuro para fins de contratos, refere-se ao Etanol hidratado combustível, que está seguindo todas as especificações da Agência Nacional do Petróleo (ANP). Os contratos de Etanol estabelecidos nesse mercado são baseados em 30 metros cúbicos de produção, ou o equivalente a 30 mil litros. A liquidez do mercado futuro é garantida pelo fato de que os investidores não precisam se preocupar em produzir, transportar ou entregar o Etanol para os compradores, já que o contrato não depende disso nem visa essa entrega efetiva da commodity.

A liquidação financeira do valor de contrato entre as partes na data de vencimento desse contrato determinará o rumo da negociação do Etanol, que estará disponível para negociação no Mercado Futuro todos os meses do ano. O vencimento desses contratos são definidos para todo o último dia último de cada mês, e a negociação desse contrato poderá ser realizada das 09:00h às 15:15h e 16:05h às 18:00h. Toda essa negociação tem como base a moeda brasileira, relacionada com o Etanol na medida de R$/metro cúbico, gerando o código de negociação ETH.

dinheiro

Custos e compromissos do investidor

A vida do investidor não é nada fácil. Há a taxa de corretagem que deve ser paga no investimento à corretora de valores mobiliários correspondente, além de ser obrigado a disponibilizar cerca de 6,31% de todos os contratos negociados como margem de garantia, que lhe permite comprar ou vender. Há ainda a taxa a ser paga pelos serviços da BM&FBovespa e pela Clearing de Derivativos. Todo o valor dessas taxas é calculado sobre o número de contratos fechados e estabelecidos por aquele investidor nos últimos 21 pregões. Ainda sim, o investidor deve encarar o imposto de renda (IR), com uma alíquota incidente de 20% sobre os ganhos em cada contrato, sendo que a apuração desses valores é realizada ao longo da vigência do contrato formado, e não mensalmente.

Lembramos que esse imposto é incidente apenas sobre os valores positivos dos contratos, ou seja, dos ganhos efetivos pelo investidor. Devido às dificuldades e conhecimento necessário para o ingresso no mercado futuro, é recomendável a solicitação de consultoria especializada no início dos investimentos, já que muitos fatores e elementos (humanos) influenciam no que podemos chamar de ganho líquido, após o pagamento de todas as taxas, alíquotas e impostos.



Comente!




*Campos obrigatórios